A Arte de Ir e Vir

Este espaço tem como meta, divulgar uma opção de transporte público que integra o cidadão, sua necessidade de ir e vir e o contexto de sua cidade em uma solução harmônica. O Tramway, além de eficiente no deslocamento urbano, tem seu desenvolvimento baseado em modernos conceitos de design, sustentabilidade do meio ambiente e redução das barreiras para as limitações de mobilidade.

É normal refletirmos nele a imagem do antigo bonde de volta às ruas… mas não concordamos: o Tramway é uma realidade que o futuro nos trouxe, com tecnologia avançada, no auxílio à soluções do complexo problema dos serviços de transporte público. O Tramway veste a roupa da cidade e sai às ruas, convivendo com automóveis, ciclistas e pedestres. Internacionalmente, uma frase sintetiza o seu relacionamento com o meio em que convive: “Tramway, the spirit of your city”… isso mesmo… “Tramway, o espírito de sua cidade”… e assim o é.

No Brasil ele é conhecido por VLT (Veículo Leve sobre Trilhos) até por não ser uma palavra existente no vocabulário brasileiro e por ter em sua tradução (bonde) um termo considerado como retrógrado.

Publicado em Atualidades | 2 comentários

Curso VLT – Noções Básicas – SAE Brasil

Curso VLT - Noções Básicas - SAE/2017

Curso VLT - Noções Básicas - SAE/2017

Clique na imagem do curso acima para ser direcionado à página com maiores informações sobre o curso e os procedimentos de inscrição.

Publicado em Uncategorized | Deixar um comentário

Cartilha VLT – Mobilidade Sustentável

A “Cartilha VLT – Veículo Leve sobre Trilhos – Mobilidade Sustentável” é um importante trabalho realizado pelos membros associados à ANPTrilhos e ABIFER com o intuito de promover o conhecimento do VLT como elemento de mobilidade urbana nas cidades brasileiras.

Seu conteúdo, ricamente ilustrado, permitirá com que responsáveis por transporte público possam ponderar, dentro da diversidade de opções, seus fatores qualitativos que vêm se destacando fortemente como solução de transporte urbano no âmbito nacional e internacional.

Clique na figura abaixo para visualizar o trabalho, assim como terá a facilidade de baixar sua versão digital em PDF.

Cartilha VLT - Mobilidade Sustentável

 

Publicado em Uncategorized | Deixar um comentário

Super Trens – VLT – Veículo Leve sobre Trilhos – Livro Virtual

O livro virtual “Super Trens – VLT – Veículo Leve sobre Trilhos” foi concebido com a finalidade de promover o conhecimento deste meio de transporte para auxiliar nas tomadas de decisão e análise das opções que estão disponíveis para a melhora da qualidade de deslocamento da população nas cidades brasileiras.

O objetivo deste livro é mostrar os pontos relevantes deste modal de transporte, suas características principais, suas singularidades e o quanto todos podemos ganhar com sua utilização.

Clique na figura abaixo e visualize nossa versão virtual do livro, assim como terá a facilidade de baixar seu arquivo em PDF. Seus comentários sempre serão muito importantes e bem-vindos.

Clique na figura para visualizar/baixar a versão virtual do livro em PDF

Publicado em Uncategorized | Deixar um comentário

Mensagem aos Colegas e Amigos… O trem apita sua saída.

Durante longa jornada, assisti a inúmeras pessoas chegando e deixando as plataformas desta estação. Trens chegando e trazendo a alegria e a expectativa de grandes oportunidades, outros partindo com a esperança de novas conquistas e desafios. Muitos trens pararam na estação durante todo este período. Chega o dia que, entre a neblina, o trem abre suas portas dizendo que chegou o momento de embarque. A névoa forte não permite identificar o destino desse trem, mas não cabe alternativa que não seja entrar e partir com a mesma esperança que os demais amigos que já vimos embarcar.

Como bagagem carrego comigo uma vida de experiências e aprendizagem colhidas na Alstom, da qual sempre tive orgulho de trabalhar e com a mesma importância levo, como bagagem, a lembrança dos amigos, colegas de trabalho, parceiros e clientes  a quem agora deixo a convivência diária e a quem agradeço muito pelos momentos que compartilhamos, pelo apoio, pelo respeito mútuo e pelas grandes alegrias.

Foi uma honra trabalhar, ou relacionar no campo profissional, com pessoas como as que eu convivi durante estes longos anos, nas mesas de trabalho, salas de reunião, nos corredores e até nos mais simples cumprimentos de bom dia e são a essas pessoas a quem agradeço, a cada um, dando o meu muito obrigado e desejando o melhor de suas expectativas a todos.

O trem já apita avisando de sua saída… que a neblina abaixe logo!

 

Publicado em Uncategorized | Deixar um comentário

30 anos – Keep Walking

Há 30 anos, não tínhamos internet, não tínhamos e-mails. Celular? coisa futurística e a tecnologia digital dava seus primeiros passos. Verdadeiros milagres, com processadores de pequena capacidade, faziam com que o Metrô de São Paulo passasse a ser uma realidade revolucionária e um transporte eficiente para nossa cidade.

Conceitos mudaram. Naquele tempo, bonde era coisa do passado e hoje é transporte do futuro. Futuro este que permaneço constantemente conectado (aliás, “conectado” também é um termo novo se olharmos para os anos que se passaram).

Ao longo desse período, a Vale moderniza sua logística, a CPTM melhora sua qualidade de serviço, os primeiros VLTs já se vislumbram e o mundo fica globalizado e mais integrado. Fico orgulhoso de ter uma pequenina parcela em toda essa evolução ao longo de desafiadoras jornadas.

Se, de alguma forma, pude colaborar com uma humilde participação, por pequena que seja, já valeu a pena essa longa caminhada. Keep Walking.

Publicado em Uncategorized | Deixar um comentário

Especificando um VLT – The Good Enough Tramway

O VLT de piso baixo mostrou ser uma solução de transporte que está em pauta no plano de muitas cidades no Brasil, seja pelos bons resultados no atendimento aos usuários do transporte público ou seja pelo investimento baixo, quando comparado à implantação de sistemas metroviários..

Como reflexo da crise mundial, dispõe-se de baixos valores a serem investidos e os conceitos típicos do VLT incentivam a que seja factível sua implementação em diversas regiões brasileiras.

Cabem, então, a especialistas selecionados normalmente no setor metro-ferroviário, a função de especificar, com seus detalhamentos técnicos, operacionais e funcionais, o sistema desejado. Tem-se observado inúmeros casos em que tais especialistas trazem consigo conceitos enraizados da cultura metroviária e que, até involuntariamente, acabam contaminando os conceitos básicos de VLT ainda na fase das especificações. Como resultado, temos requisitos das mais modernas tecnologias porém distanciados dos conceitos do sistema de baixo custo oriundos desse meio de transporte.

Sempre recomendo que os especificadores de VLT devem passar por uma lavagem cerebral antes de iniciar os trabalhos. Quanto mais próximo de especificações típicas, menores serão os custos de desenvolvimento a serem embutidos no projeto. Requintes mais sofisticados podem ser requeridos em outra fase, conforme se justifique sua implementação. Quando se especifica uma Mont Blank para a aquisição de uma caneta esferográfica, deve-se estar bem ciente do que isto significa ao bolso do comprador.

Juntar todas as melhores características dos diversos fornecedores do mercado em uma única especificação também é uma ótima oportunidade de estourar o orçamento do cliente. Tente verificar se o que existe em comum entre esses fornecedores já atende suas necessidades (chamo de áreas de intersecção). Obviamente que essa ideia de “the good enough” não deve abrir mão de requisitos que possam comprometer a segurança, qualidade e pontualidade dos serviços prestados aos usuários.

Simples assim...

Simples assim... Assista o Vídeo

Não é meu objetivo de criar uma cartilha de como especificar um VLT mas de somente questionar aos envolvidos de que quanto mais receptíveis formos ao disponível no mercado, mais próximos estaremos da sua implementação e de um número maior de oportunidades.

Tenhamos sempre em mente de que o concorrente maior do VLT não é o metrô mas sim o ônibus. Parece que estou falando o óbvio, né… Gostaria que fosse. O vídeo que encontra-se em link dá uma idéia do que quero transmitir… simples assim.

 

Publicado em Uncategorized | Deixar um comentário

Em fim, teremos o primeiro VLT e será em Cuiabá

VLT de Sevilla, modelo da CAF, empresa que fará os veículos de Cuiabá

Ao final de um longo e desgastante processo, o Governo de Mato Grosso está por concluir o processo de contratação para a implantação do VLT em sua capital. Várias barreiras tiveram que ser ultrapassadas para que o início dos trabalhos se tornasse possível. Tais barreiras comprometeram seriamente o prazo para implantação deste meio de transporte cujo objetivo primeiro é de proporcionar aos usuários, durante o Mundial de 2014, facilidades e modernização na sua locomoção entre o Aeroporto e a região hoteleira no Centro de Cuiabá.

Teremos uma empresa espanhola, a CAF (Construções e Auxiliar de Ferrovias), como a vencedora da licitação e responsável pelo fornecimento de todos os sistemas de controle, energia e também pelos trens que irão circular pelos 23,4 Km de via ao longo de 2 destinos possíveis partindo do Aeroporto na região de Várzea Grande. 24 meses para implantação de uma solução de VLT de piso baixo, ao qual denomino por Tramway, é um prazo desafiador, que merecerá um trabalho de construção e planejamento dos mais ousados aos patrícios.

Das grandes pretensões do Governo Federal no setor ferroviário, colocando, a princípio, o VLT como meio de transporte oficial do Mundial de 2014 e frustradas pelo atraso e descaso político, Cuiabá surge como uma das únicas sedes da Copa do Mundo que poderá disponibilizar desse moderno meio de transporte. O resto, ficará só assistindo, já por falta de tempo hábil para qualquer outra implantação dentro do prazo. Uma pena… Mas vamos ser condizentes com o Governo Federal que prefere ajudar a “pobre” Europa com R$ 10 Bilhões, que vale mais a pena…

Ao Governo de Mato Grosso e à CAF, nossos parabéns e boa sorte na condução desse grande projeto.

Publicado em Uncategorized | Deixar um comentário

VLT e a Câmara Secreta

Forças ainda protagonizadas por interesses bem poderosos, que envolvem os meios políticos, utilizam de seus últimos recursos para impedir que, uma solução que julgo extremamente favorável ao transporte público de nosso País,  possa ser afetada pelo grande “lobby” desse setor em nossas instituições. Já com as forças abaladas, um golpe de mestre de tais instituições vai empurrando para frente qualquer decisão ou liberação, com o intuito de consumir o tempo hábil de disponibilização do VLT para sua utilização na Copa de 2014. Uma estratégia brilhante que o bom senso e a ousadia de bons responsáveis do povo no governo, tenta derrotar.

Cabe, mais uma vez, nossa solidariedade ao Governador do Mato Grosso, Silva Barbosa, que com muita luta e perseverança, será o precursor da implantação desse sistema de transportes no Brasil. Outras implantações desse sistema já surgem no Brasil e estão vindo na balada dessa luta do qual prestamos nosso apoio.

Se cuida “Voldemort”. O VLT de Cuiabá será uma breve realidade!!!

Publicado em Uncategorized | 1 comentário

Ice VAC System (Spain) – Alstom Tram

Climatic units in trams are the second largest consumer of energy after the traction system. When a tram brakes, up to 70% of braking energy is usually lost. Ricard Barba and Francis Mortreux from Transport found a way to store this energy in the form of thermal energy for use in the air conditioning system on the tram, and therefore reducing its overall energy consumption. There are various approaches for reusing braking energy but none are linked to the Heating Ventilation and Air Conditioning system. This innovation takes waste braking electrical energy and stores it as thermal energy in the form of ice. The traditional HVAC system components are adapted to use an absorption cycle to store the heat during the braking phase, and the entire system anticipates when braking and cooling is required. Three prototype tests have been undertaken which have generated ice. First results confirm an energy saving in the climatic unit of 26%, and overall energy consumption reduction of 5% to the tram.

Publicado em Uncategorized | Deixar um comentário

Matando a Saudades – Barcelona

Agora, em Setembro de 2011, tive a oportunidade de voltar a Barcelona e usufluir da operação do sistema VLT dessa cidade, onde participei na sua entrada em operação em 2004.

Pude observar, com satisfação, o seu estado novo de conservação, tanto no aspecto visual quanto de qualidade de viagem e constatar a grande vantagem desse meio de transporte comparado a outros que, no mesmo período de 7 anos, já estariam em estágio de substituição.

Suas estações impecáveis e o zelo na manutenção contrastam apenas com as folhas caídas das árvores, proporcionado pela natureza quando o outono já se fazia presente.

Como já é tradicional nas implantações de VLT, Trambaix, a primeira linha de Barcelona,  harmonizou-se com a cidade e ofereceu ao seu povo uma opção de transporte voltado a uma melhor qualidade de vida.

Foi muito bom rever os bons resultados que nos orgulha do trabalho realizado.

Publicado em Uncategorized | Deixar um comentário